Vereadores discutem a saída de equipamentos públicos do Crato

Vereadores discutem a saída de equipamentos públicos do Crato

Vereadores discutem a saída de equipamentos públicos do Crato

 

Nesta terça (06) a Câmara cratense realizou a primeira sessão ordinária do ano. Os vereadores aproveitaram a oportunidade para alertar dos riscos que o Crato sofre de perder órgãos públicos importantes para a população.

O vereador Thiago Esmeraldo (PP) informou que obteve informações de que a agência do Ministério do Trabalho será desativada e os atendimentos e serviços como a emissão de carteira de trabalho e consultas em geral, que são realizadas no local, serão transferidos para Juazeiro do norte. Ele solicitou que fosse enviado um ofício ao superintendente regional do trabalho para que ele desse mais informações sobre o caso. O vereador ainda informou que o próximo passo será tentar juntar a força política dos deputados estaduais para reverter o fechamento.

Já o vereador Bebeto Anastácio utilizou o grande expediente para informar que chegou a casa uma carta aberta do Sindilojas e da CDL pedindo ao governador Camilo Santana (PT) a permanência da Central de atendimento da SEFAZ que deverá, segundo ele, se transformar em um balcão de atendimentos, onde os serviços realizados hoje no município serão transferidos para Juazeiro. Bebeto ainda disse estar decepcionado com o governador do estado e com o deputado Fernando Santana (PT) que não cumpriram com suas palavras com relação a desativação de órgãos como o SINE no Crato. 

Ainda na sessão desta terça foi dado entrada nas contas do ex-prefeito Ronaldo Gomes de Matos, referentes ao ano de 2015, para apreciação do plenário que deve aprovar ou não na próxima semana. Ao término da discussão dos requerimentos e votação dos mesmos a sessão conduzida pelo presidente da casa Florisval Coriolano (PRTB) foi encerrada. 

23 visualização(ões)

Ultima visualização: 20/02/2020 04:36

## Município